Sinto Ausência da sua Presença

E por mais uma vez um avião partiu, e cá estou eu me acostumando com a ausência da sua presença, tantos aviões já partiram levando pedaços de mim, sempre quem parte deixa partes e leva outras.

Se relacionar exige troca, de sentimentos, cheiros, fluidos, experiências, é a simples troca.

E aquele avião levando um pedaço gostoso, já partiu são 16:00 ele iria parti ás 15:00, o perfume ainda se encontra em minha blusa, meus cabelos, em minha pele. Ah (suspiro)  me restaram lembranças, e um suave perfume, que toda vez que eu sentir vai me lembrar aquele abraço aconchegante que enquanto me falava de carinho,surgia uma risada tão suave e verdadeira.

Já te contei que sorrisos e olhares são meus pontos fracos?

Sim já contei, no meio daquela conversa sobre sinceridade e relacionamentos, e tão incrivelmente você veio me conquistar com os dois, aquele olhar, tão apaixonante, aquele sorriso a me ver cantando Tim Maia, sim eu queria “Eu e você, você e eu JUNTINHOS” e confesso não acreditei quando aconteceu, um luar, céu estrelado, um afago, eu e você, conversas, beijos, perfumes.

Mas o avião já partiu, e agora não adianta reclamar das brincadeiras do destino, que falha telefones e promove desencontros, não tem outra explicação, é o destino a brincar e me dizer nem tudo que queremos podemos sempre ter, mas tudo bem, ainda irá alguns dias até que eu me acostume com a ausência da sua presença, afinal antes da folia começar já me haviam dito “Amor de carnaval, não sobe a serra” poderiam ter explicitado que eles também partiam em aviões, ai eu juro que dessa vez, ao menos dessa eu iria não me envolver com alguém que já estava a parti, mentira, eu me envolveria novamente e da mesma forma. É a minha sina, sempre ter aviões partindo, celulares não funcionando, vontades, saudades, lembranças, e perfumes, sim todos os perfumes me ficam a mente, diante tanta despedida só não aprendi, como me despedir, mas quem sabe um dia? Agora o avião já pousa na cidade da alegria, levou o sorriso que me encantou o olhar que me conquistou e o carinho que me tirou do eixo e me deixou confusa, foi embora a melanina e agora fiquei aqui somente com a chuva fina, caindo e molhando a janela, uma caneca de chá e uma leve vontade de amar…

Por: Nininha Albuquerque

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s