Diário de bordo, parte 1.

Faltando uma semana para acabar o inferno astral, mais inferno de todos, onde já não tenho o mesmo pique para comemorar como em outros anos, me esforço para não desistir e entregar os pontos. Nos últimos tempos predomina o sentir tão perto de entregar os pontos em tudo, no trabalho, no amor, na arte, na vida, uma vontade de enfim dormi o sono profundo, dormi seria tão maravilhoso nesse momento, já que a insônia minha companheira resolveu não me abandonar nas últimas semanas do inferno astral.

Mas nada é tão ruim ou bom de fato, acho que isso me preocupa, gosto de extremos, ou também não gosto, no momento não consigo definir se gostaria que estivesse extremo ou não. Enfim… Eu só queria acordar hoje em Salvador, meu coração tem pedido tanto para que eu vá a essa terra linda, mas cadê o capital para chegar até lá?
É engraçado que nesse meio tempo aconteceram coisas tão legais, pessoas tão doces, a vida tem dessas coisas, quando tudo vai caótico, vem alguém com um sorriso contagiante para te trazer doses de felicidade.

Eu quero doses grandes de felicidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s