O meu ser?

É a poética do meu ser, querendo se externar a cada minimo espaço, sem a preocupação de ser cabivél, ou possivel, eu me externo, e vivo a doce e incrível realidade de ser tudo quanto quero, quanto sou, e quanto posso, e vivo em mim um mundo paralelo a realidade imposta, vivo em mim, externando, chego até você hora exarcebada, hora descontrolada, hora frágil, hora amor, outras horas, ou hora nenhum, talvez nem à você eu chegue, mas não é preciso sempre chegar…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s