Cotidiano 1.

Ela se encontra então com ele em uma praça movimentada, andava distraída pensando na vida e em soluções para problemas, dívidas, tempo, eles tem um longo diálogo conversam, sorriem, pensam na vida, filosofam, passam um tempo, pouco tempo naquele encontro ocasionado pelo destino, se abraçam em despedida, prometem se encontrar novamente para mais papos como aqueles, se vão. Ela se lembra como é bom encontrar certos amigos que mesmo com a distância não perdem conexão, sensação boa de um encontro inesperado, a vida seria tão mais gostosa se déssemos valor a todas pequenezas de bons encontros.

Por Nininha Albuquerque

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s